voltar    


ARQUIVO GERAL é uma exposição de arte contemporânea realizada no Rio de Janeiro com o patrocínio da Secretaria Municipal das Culturas e organizada por 11 das principais galerias cariocas durante a Bienal Internacional de São Paulo. Além de proporcionar uma programação cultural de qualidade nos equipamentos municipais de cultura, a Secretaria Municipal das Culturas apóia todas as manifestações artísticas da cidade e reconhece o valor das artes visuais para a diversidade da cultura carioca. A terceira edição do evento conta com curadoria de Fernando Cocchiarale, reúne obras de mais de 70 artistas de todo o país e vai ocupar o Centro Cultural da Justiça Eleitoral no período de 22 outubro a 29 de novembro de 2008.

ARQUIVO GERAL tem o objetivo de fomentar e difundir a arte contemporânea, tornando-a cada vez mais presente no cotidiano do carioca. Nasceu como uma importante ação cultural das galerias de arte contemporânea, reafirmando o caráter de vanguarda da cidade na realização de eventos culturais e ampliando a visibilidade do Rio no circuito nacional e internacional das artes visuais.

ARQUIVO GERAL está na sua terceira edição. Aconteceu pela primeira vez em 2004 por iniciativa de seis galerias: Anita Schwartz; H.A.P.; Laura Marsiaj; LURIXS; Mercedes Viegas e Silvia Cintra. Reuniu obras de 42 artistas e ocupou o galpão do Centro de Cultura e Meio Ambiente Antônio Carlos Jobim, no Jardim Botânico. A mostra obteve grande sucesso de público e contou com a presença dos principais nomes do cenário artístico nacional e internacional. A segunda versão, em 2006, agrupou 14 galerias e mais de 100 artistas, firmando-se como o grande evento do Rio de Janeiro realizado simultaneamente ao mais importante acontecimento de arte do país: a Bienal de São Paulo.

ARQUIVO GERAL enriquece o circuito artístico da cidade, uma vez que apresenta um recorte atual da produção brasileira contemporânea, sinalizando um compromisso do mercado de a arte carioca  com projetos mais  reflexivos e autorais. A mostra cumpre ainda o objetivo de tornar-se um evento periódico no calendário cultural do Rio trazendo curadores, colecionadores e críticos  internacionais da arte contemporânea de passagem pelo Brasil que incluem o circuito do Rio em seu roteiro.

“ARQUIVO GERAL é um evento cultural formado a partir do mercado, já que reúne parte significativa das galerias de arte da cidade, voltadas para a produção contemporânea. É, portanto, uma tomada de pulso e um sinal do inegável fortalecimento do circuito de arte na última década. Vamos apresentar um resumo das principais tendências da arte produzida hoje no Rio de Janeiro e no país”

Fernando Cocchiarale
curador

ARQUIVO GERAL vai ocupar os 500 metros quadrados de área expositiva do CCJE - Centro Cultural da Justiça Eleitoral. A edificação, de 1892, é uma das precursoras do estilo eclético no Brasil. Erguida originalmente para abrigar a agência central do Banco do Brasil, combina elementos do neoclássico e do barroco com toques do art nouveau.
 
Arquivo Geral
Arte CONTEMPORÂNEA

Curadoria: Fernando Cocchiarale

Galerias Participantes:

Amarelonegro Arte Contemporânea; Anita Schwartz; Galeria de Arte Arte em  Dobro; Galeria Artur Fidalgo; H A P Galeria de Arte; Galeria Laura Marsiaj; LURIXS Arte Contemporânea; Marcia Barrozo do Amaral; Galeria de Arte Mercedes Viegas Arte  Contemporânea; Ronie Mesquita Galeria; Galeria Tempo.

Artistas:
Afonso Tostes; Alex Cerveny; Alvaro Seixas; Amália Giacomini; Ângelo Venosa; Ana Holck; Ana  Vitória Mussi; Anna  Bella Geiger; Antonio Manuel; Antonio Saggese; Arthur Luiz Piza; Artur Barrio; Ascânio MMM Barrão; Bonisson; Carlos Zílio; Chico Fortunato; Claudia Bakker; Claudia Jaguaribe; Daniel Lannes; Daniel Murgel; Ding Musa; Eduardo Coimbra; Enrica Bernardelli; Fabio Cardoso; Fabio Miguez; Felix  Richter; Frans Krajcberg; Franklin Cassaro; Gabriela  Machado Geraldo; Marcolini; German Lorca; Gonçalo Ivo; Gustavo Esperidião; Hilal Sami; Hilal Iole de Freitas; Ivens  Machado; James Kudo; José Damasceno José; Spaniol Julio Callado; Laerte Ramos; Laura Vinci; Léo Aversa; Lucia Laguna; Luciano Figueiredo; Luiz Cezar Monken; Luiz Hermano; Malu Fatorelli; Marco Veloso; Marcone  Moreira; Mariana Tassinari; Marinaldo Santos; Marta Jourdan; Monica Rubinho; Nazareno; Nelson Felix; João José da Costa; José Bechara; Niura Bellavinha; Nuno Ramos; Paulo Pasta; Paulo Vivacqua; Rafael Alonso; Raul Mourão; Rogério Degaki; Rosangêla Rennó; Rubem Ludolf; Sidney Philocreon; Sonia Andrade; Suzana Queiroga; Valeria Costa Pinto; Vania Mignone; Vicente de Mello; Walmor Corrêa Walton Hoffmann.

Centro  Cultural da Justiça Eleitoral
Rua  Primeiro de Março, 42 Centro  Rio de Janeiro

Abertura: 22 de outubro de 2008, às 19hs

Visitação: 23 outubro a 29 novembro 2008
quarta  a domingo; 12h às 19h